terça-feira, 29 de julho de 2008

PORTUGAL


Tem o dom de acolher de braços abertos todos os que entram pelas nossas fronteiras, é um desparrame de servilismo, sorrisos e render de vassalagem que muitas vezes raia o insuportável.

Os turistas, ficam fascinados pelo clima, pela comida, pela simpatia, pela paisagem.

Nada a apontar não fosse o outro dom nacional.

O de absorver que nem esponjas o que vem lá de fora, nada a dizer, não fosse o hábito de retermos, sobretudo o pior dos outros mundos.

7 comentários:

Borboleta disse...

Realmente temos a capacidade de ser os bons samaritanos e ainda acabamos por aprender sempre o pior que há nos outros países reproduzindo por cá...é de lamentar!

Será uma questão de mentalidades ou de pura parvalheira aguda?!

Enfim...gosto de receber bem as pessoas, mas há limites! Gosto de aprender novas culturas e conhecimentos, mas o que é bom e tem interesse!

Beijinhos

Thunderlady disse...

Somos um povinho com aspectos muito particulares mesmo... e isto daria pano para mangas!!

Bjokas e as melhoras :)

TAZ disse...

Todos os povos têm pessoas boas e pessoas más.
Infelizmente, não existe um filtro que nos permita impedir as pessoas más de se instalarem no nosso país.
Beijinho



P.S.: para que fique bem claro, só te vim comentar porque também me tens comentado. :P

Me Hate disse...

Ehc e ainda assim podia ser pior... MUITO pior!

Pulha Garcia disse...

Totalmente de acordo. A maior parte dos Portugueses aceita e abraça tudo o que vem lá de fora resistindo à mania de pensar pela sua cabeça. Não diria que é um problema exclusivamente nacional mas direi que contribui para a falta de identidade de um povo que tem medo de acreditar em si.

sonhador disse...

Sempre fomos assim e assim continuaremos a ser.

Bjos do sobrinho.

Anónimo disse...

Coisitas de "pobre", mesmo!

beijinhos :)
Teresa