segunda-feira, 28 de abril de 2008

DAS FÁBULAS


Era uma vez uma cobra que começou a perseguir um pirilampo. Ele fugia com medo da feroz predadora, mas a cobra não desistia. Um dia, já sem forças, o pirilampo parou e disse à cobra: - Posso fazer três perguntas? - Podes. Não costumo abrir esse precedente, mas já que te vou comer,podes perguntar. - Pertenço à tua cadeia alimentar? - Não. - Fiz-te alguma coisa? - Não. - Então porque é que me queres comer? - PORQUE NÃO SUPORTO VER-TE BRILHAR!!! E é assim.... Diariamente, tropeçamos em cobras....
(recebido por e-mail, enviado por uma grande amiga)

8 comentários:

Red Woman disse...

Amei!

Isto anda tudo em sentido figurado.

Ehehehhehh. ;)

Mr X disse...

Eis um retrato fidedigno do tuga.
Muito bem.

Gi disse...

Só que há pirilampos que não têm medo, não fazem perguntas, têm imensas respostas e continuam a BRILHAR.
Já as cobras só rastejam, mesmo, e, muitas vezes, voltam para debaixo da pedra de onde vieram.

pensamentosametro disse...

red woman,

Sentido figurado até ver, por uma questão de respeito, sobretudo por mim, que um dia destes dá-me um "vipe" e vai de pôr os .... nos iiiii' s e sobretudo os -----nos ttttt's.

Bjos

Tita

pensamentosametro disse...

mr. X,

Felizmente nem de todos os tugas que eu adoro ver brilhar os meus pirilampos.

Gi, Pois não pirilampa Gi, pois não, primeiro andaram a ver se me apagavam a mim ..., já deviam ter percebido que os pirilampos desta freguesia eram difíceis de apagar, cobras medíocres o que se há-de fazer...


Bjos


Tita

Thunderlady disse...

Estas cobras, estas cobras... ahhh se mordessem a língua.

sonhador disse...

tão real, querida Tia, tão real.

Jedi Master Atomic disse...

Mas normalmente quem se esforça assim tanto por destruir o brilho dos outros, perde as forças rapidamente !!