segunda-feira, 28 de abril de 2008

AINDA OS PIRILAMPOS


Vejam só como brilhou, esta minha "pirilampa" no jornal O PÚBLICO de 26 de Abril de 2008.


Não fora o MFA..

.http://oblogquetevequeternome.blogspot.com/Não fora o MFA e hoje:-estaria a trabalhar a esta hora porque não era feriado-não teria tantas vezes escrito "cu" no blogue --não teria escrito "democracia" ou "anarquia"Fora de brincadeiras, não era nascida antes do 25 de Abril. Não tenho termo de comparação. Quem já somava dois com dois por alturas do 25 de Abril de 1974 que se manifeste (assim como assim hoje manifesta-se por tudo e por nada).
"In jornal O Público/Blogues em papel, de 26-04-2008"


É vê-las, às cobras, especialmente à cobra fã, variedade que costuma rastejar por aqui, pela calada, às escondidas, a explodirem de raiva.

6 comentários:

Thunderlady disse...

Obrigada, Tita. Espero que não apareça aí nenhuma cobra má. Credo.

Lisa's mau feitio disse...

Cheia de pressa, cheia de pressa, vim deixar um beijo à "tia" babada!!

E um beijo à sobrinha vaidosa! :D

Lisa

Pulha Garcia disse...

Os chineses comem cobras (reflexão).

Jedi Master Atomic disse...

Ai cobra minha, cobra tua....
Mas que bela visão
Ver-te toda..........vestida...LOL

Rita disse...

Tita,
Coitadinhas das cobras que são levam sempre com esta conotação negativa. Eu gosto de cobras (do animal entenda-se) e fico triste quando o usam para, por exemplo definir uma pessoa má, mesquinha ou maquiavélica...
Jokas

Rita disse...

Parabéns à pirilampinha...
Jokas