quarta-feira, 12 de março de 2008

É UMA QUESTÃO DE ATITUDE !!!


Uma coisa é não sabermos, não termos conhecimento, vivermos na ignorância, outra muito diferente é sabermos, termos a certeza, vimos, lemos, está lá, preto no branco, mas como tomar uma atitude é incómodo, não dá jeito, ia obrigar a um esforço demasiado grande, continuamos e alegremente compactuamos com o que a "grupeta" vai fazendo, tomar uma atitude implicaria eventualmente perdas e isso não nos convém e olhamos para o lado, fazendo de conta que olhamos em frente, nos olhos, mesmo que isso implique permitirmos que sejam "ajeitadas" verdades, tomados dois pesos e duas medidas para uma situação equivalente, proferidas toda a espécie de "asneiradas".
Acredito, sei, tenho a certeza, por experiência própria, que pôr o pé no chão e dizer não , decidir, expôr a verdade, tomar uma atitude, é difícil, incómodo, complicado, dá trabalho, obriga a tomadas de posição e atitudes que nos deixam na maioria das vezes em posições menos fáceis, talvez por issso haja tantos que prefiram fazer como os avestruzes e, alegremente, enfiar a cabeça na areia, mesmo que para isso fique para trás alguém a quem com facilidade extrema um dia chamaram "amigo".

15 comentários:

Gione disse...

Como eu hoje estou numa de cogitações ...

Um pedante é um estúpido adulterado pelo estudo
Miguel Unamuno
.....

Devemos ser gratos aos idiotas. Sem eles, o resto de nós não seria bem sucedido
Mark Twain
.....

Idiota mesmo é o sujeito que, ouvindo uma história com duplo sentido, não entende nenhum dos dois
Millôr Fernandes

pensamentosametro disse...

Gi,

Tu consegues sempre apanhar a "essência da coisa"

Bjos

Tita

Estrellinha disse...

"Há pessoas que, ainda que pretendam ocultá-lo, perseguem um fim distinto das outras. A sua atitude perante a vida denuncia-os."

Léon Tolstoi

Beijos

pensamentosametro disse...

Estrelinha,

Pena é que mesmo exposto nunca tentem redimir-se, melhorar...

Bjos

Tita

hollygang disse...

É claro que tenho de concordar. Mas às vezes também penso naquela máxima: «É mais feliz quem ignora» e compreendo algumas (não) atitudes aculturadas.

mjf disse...

Olá!
Estou de acordo contigo...
Mas por vezes o comodismo aliado ao egoismo, faz com que sejamos cumplices de certas situações...

Beijocas

pevides disse...

Já cortei laços com algumas "amigas" por falta de atitude, por desrespeito a um sentimento que deveria ser maior... Conforto-me pensando que é uma forma de "seleccção natural", e hoje só me "aborreço" com quem realmente vale a pena.
Agora... quando estas situações ocorrem em outros contextos, como no trabalho, deve ser dose! Ainda não me confrontei com nenhuma história do género. Felizmente! e infelizmente, porque receio ser muito ingénua...

Fatima disse...

A felicidade é uma obra-prima: o menor erro falseia-a, a menor hesitação altera-a, a menor falta de delicadeza desfeia-a, a menor palermice embrutece-a.
Marguerite Yourcenar

Fatima disse...

só existe um erro na vida incapaz de se corrigir:a traição
cirleu

Lisa's mau feitio disse...

Eu enterro a cabeça na areia. Poucas vezes, mas enterro.

Contudo, e contrariamente ao que escreves, não a enterro alegremente.
Enterro-a para a boca se fechar.E olha que me considero uma pessoa frontal. Mas, por vezes, há que fechar a boca e custa tanto que só enterrada fica segura. Isto pelo bom nome do respeito que tenho pelos outros e pela minha integridade moral, que ordena que ditos e desditos são coisa de gente sem estímulo pessoal para virar costas e lutar.
E virar costas nem sempre significa "enterrar" a cabeça na areia. Significa mudar de rumo, ir noutra direcção. E sempre de cabeça erguida.

Mas esta expressão é mais usada pela negativa. E tens razão. É mais fácil fingir que se não vê. Alegremente cegos.

Beijos

Lisa

pensamentosametro disse...

Pois é, eu sei que muitas vezes seria mais fácil e até mais saudável não olhar não ver, mas o que é que se há-de fazer? São feitios e o meu é este que todos conhecem, de trazer por casa...

Bjos

Tita

Mim disse...

Ignorance is bliss. Não faço a mínima ideia de quem é, mas não saber as coisas dá-nos o conforto de não termos que tomar decisões sobre elas.

Um beijo muito grande

Mim disse...

Ignorance is bliss. Não faço a mínima ideia de quem é, mas não saber as coisas dá-nos o conforto de não termos que tomar decisões sobre elas.

Um beijo muito grande

pensamentosametro disse...

Ai mas nós temos sempre que saber das coisas, não é?.

Bjos

Tita

Mim disse...

Pois é Tita, é um pau de dois bicos... vamos sempre espetarmo-nos.

:s