quarta-feira, 19 de março de 2008

GUARDEI


... a tristeza, a mágoa, a revolta, o luto, numa caixa que tem a etiqueta saudade, fechei o armário sabendo que aí regressarei muitas vezes

É bem verdade que à noite sucede sempre o dia, hoje no meu mundo e embora chova lá fora o "sol" voltou a brilhar.

Hoje é dia de reencontros, de matar saudades, de receber os amigos, de dar um beijo grande, maior que nos outros dias ao meu pai, a todos os pais do mundo.

8 comentários:

Mim disse...

A pouco e pouco os dias vão ficando mais suaves, vais ter a ajuda de muitos e olha que muitos e especiais, o primeiro reencontro para a época festiva.

Beijinhos e um em especial para o teu pai, que te ensinou a ser grande.

pensamentosametro disse...

Mim,

Tens toda a razão, é nos amigos e nas visitas especiais que vamos arranjando forma de passar por cima da tristeza.

Bjos

Tita

Aisling disse...

Andei sem tempo, daí não ter visto os teus posts anteriores... Lamento muito... Os bons vão sempre primeiro. Pode ser um cliché mas cada vez mais acho que é verdadeiro. Dói demais perder um amigo verdadeiro. Um beijinho enorme para ti

Gione disse...

Happy Season :)
Beijinho ao teu pai por mim também, pode ser?

pensamentosametro disse...

Aisling,

Obrigada, infelizmente é assim.

Gi,

Dou e digo que é teu.

Bjos

Tita

sonhador disse...

"... embora chova lá fora o "sol" voltou a brilhar" - lembrar sempre disto, se faz favor.

Fatima disse...

Beijos aos pais todos, por terem tido meninas e meninos de palavras lindas.

Lisa's mau feitio disse...

Tita,

que esse beijo maior que os outros te levante o sol adormecido nos últimos dias.

Feliz Dia do Pai.

Lisa