sábado, 15 de março de 2008

AGORA


Mais do que nunca é sair de casa com a roupinha " de baixo" num "brinquinho", não vá aparecer algum inspector da ASAE a querer verificar se temos algum "piercing" num dos locais "proibidos". A "passar", esta lei não será só ridícula como também de um autoritarismo absurdo. "Menores de 18 anos não poderão fazer tatuagens ou "piercings", mesmo que autorizados pelos pais", para quando uma "linha verde" para "validar" as restantes decisões parentais?
Para quando outro Dec.-lei que nos diga se devemos usar cabelo curto ou comprido e de que cor, os "tiques" ditatoriais deste governo estão a atingir níveis insuportáveis, para quando um NÃO, gritado em voz alta e a muitas vozes?
Estive aqui um bom bocado a exercitar os neurónios e nem no tempo da "outra senhora", alguém se lembrou de disparate similar.

9 comentários:

Gione disse...

Não poderão fazer tatuagens ou piercings, mesmo que autorizados pelos pais, mas poderão abortar;
Há lá coisa mais perigosa que uma tatuagem e que um piercing?
No tempo da outra senhora (quem era ela?) até se podia não concordar, mas a senhora era coerente.
Agora...!

pensamentosametro disse...

Podem abortar, não podem ser educados nem disciplinados, não, nem pensar, coerência é palavra "apagada" dos dicionários dos "senhores do (des)governo.

Bjos

Tita

Nani disse...

Eu que nem queria fazer uma... ando a ficar com ideias!!! Era o que mais faltava ... o corpo é meu!

mjf disse...

Olá!
Eu também acho que a proibição nunca ajudou em nada...mas esta é ridicula...
Vergonha...

Beijocas

pensamentosametro disse...

Nani e mjf,

Efectivamente é uma vergonha. É um complexo esquisito que por aí anda este de querer "meter o nariz na vida dos outros" e a propósito das coisas mais parvas. PQP.

Bjos

Tita

Mim disse...

Os sítios onde faço as coisas a mim me dizem respeito, né?

Qto à idade mínima, acho bem, a sério que acho. Um piercing até fecha e ninguém mas se lembra dele, mas uma tatuagem não é bem assim e anda por aí muito papá e muita mamã com a mania que ser pai / mãe é ser fashion, moderno e dizer que sim a tudo o que as criancinhas querem. Criancinha quer, crianciha tem.

GAIA disse...

é pena não termos outra senhora para colocar na ordem alguns políticos!

pensamentosametro disse...

Mim,

Eu acho sinistro é a prepotência, a arrogância de um governo que pensa que pode decidir por nós.

Bjos

Tita

Gaia,

Isto agora só lá ía com uma senhora dessas em cada terra...

Bjos

Tita

M disse...

Viva á ditadura!!!!! :(