quinta-feira, 22 de novembro de 2007

E DEPOIS CHAMAM-ME NOMES...

... ontem estava a ter um início de noite bastante divertido até que a dada altura tocou o telefone, atendi era uma velha amiga, completamente devastada, em lágrimas, a filha de 28 anos, amiga desde sempre dos meus filhos, também ela uma "sobrinha", nasceu com uma pequena deficiência auditiva, logo tem uma pequena dificuldade de articulação das palavras, quase imperceptível, atenuada por anos e anos de terapia.
Chegada ao fim do seu percurso académico, tem tentado, como milhares de jovens ingressar no mundo do trabalho e embora tenha notas excelentes e um curso bastante requisitado tem sido sucessivamente rejeitada, não raras as vezes, à conta da sua ligeira deficiência.
Mais uma vez, houve um "iluminado" que lhe negou o acesso ao trabalho, tendo-lhe dito directamente que o problema era justamente a sua insuficiência vocal, e a menina em questão não é cantora, nem aspira a tal, como podem estar a pensar, é economista.
Como se não bastasse o absurdo da situação, ontem foi precisamente o dia em que perdi uma boa meia hora a tentar fazer-me entender ao telefone por uma senhora que me atendeu com sotaque da favela da Rocinha, justamente numa instituição financeira, daí deduzo que para trabalhar no sector, não se pode ter deficiências vocais, mas podemos ter sotaque, mesmo daqueles muito, muito, cerrados!
Vá agora chamem-me nomes, daqueles, que estão na moda!

8 comentários:

wednesday disse...

Infelizmente o nosso país tem vários problemas e é uma vergonha a tantos outros níveis e o preconceito é um deles.

Thunderlady disse...

Então e uma queixa bem articulada à ACT? Discriminação é punível e isso é um caso bem ilustrado de descriminação.

Chamar nomes a ti? Prefiro chamar aos outros, mas esses não me ouvem. Por isso, a ti só posso dizer que não te deixes enfurecer com isto, gente para há em todo o lado e cada vez mais. Deve ser um virús que anda aí, só pode.

Beijinhos e um dia bom para ti!

Gione disse...

O nome que te chamo é:CATITA!
E tu? Não tens possibilidades de lhe arranjar alguma coisa?
Assim como há estas BESTITAS, também há o outro lado da medalha; tenho uma amiga que também tem um ligeiro defeito e arranjou emprego!
O que é que queres hoje estou na minha fase solar!

hollygang disse...

Encapotada ou directa, neste país ou noutro, a discriminação acontecerá sempre, em favor de outros valores mais... capitalistas e globais.

gaia disse...

os governos dos S não são nada bons para a democracia, mas pelo menos no outro o país era nosso... mesmo que atrasadinho.

Rita S disse...

Caraças, essas coisas metem-me uma raiva apetece-me é chamar nomes e daqueles bem cabeludos (nunca percebi muito bem esta dos nomes cabeludos) aos anormais ainda por cima caiem no ridículo de admitir que é mesmo esse o problema...
Jokas

Picas disse...

Tita,

manda-me o CV dela para ver se posso fazer alguma coisa.

xá-das-5 disse...

Não percebo...
Ela deve é ser muita feia e mal feita. E não deve sorrir ou traçar a perna como a outra.
Será que pisca o olho? Será que demonstra querer mesmo muito conseguir o emprego?
Mhhhh... acho que essa rapariga não está a fazer bem a coisa.

Ah, peraí... e porque é que não se inscreve no PS? Era tiro e queda!