sexta-feira, 1 de maio de 2009

DE ONDE NOS VIRÁ ESTA TENDÊNCIA




... para o drama, para o fatalismo?


Será que para além de todos nós termos Amália na voz. Será que também temos uma Amélia Rey Colaço no peito?


Queriam...

13 comentários:

mjf disse...

Olá!
Deve ser de anos e anos de crise :=(

Beijocas
Bom feriado

Thunderlady disse...

Isso é uma loooonga história, ahahaha!

Ainda antes da Amália e da Améçia tivemos o D. Afonso Henriques, aquele menino da mamã. Depois tivemos sei lá... Gil Vicente, Camões, Pedro e Inês, D. Dinis, a implantação da república...

Somos um país muito dado a dramas!!

;)

Bjs!

(Ah! E a padeirinha de Aljubarrota!!)

Brancamar disse...

Olá Tita,

Assustei-me ao entrar, pensei o que levaria uma "miúda" como tu a ter aqui uma fotografia de Amália Rodrigues, mas depois de ler o texto faz todo o sentido.
Neste aspecto sou um pouco contra-corrente, no fado e no drama, às vezes até receio afrontar o "gosto" nacional, é que nunca gostei de fado (do castiço), talvez por nunca gostar de drama, sou teimosamente optimista, só aprendi a gostar do fado-canção, do fado mais positivo - Carlos do Carmo, Dulce Pontes e mais recentemente Mariza (pelas vozes e pelos temas) e quanto à Amália que sempre foi idolatrada e se tornou um símbolo nacional, não consigo entrar nessa "onda", não pela senhora que admiro, a sua vida, a sua luta, a sua ascensão, é a primeira vez que o digo publicamente, mas que me perdoem os admiradores, nunca gostei daquele estilo de fado e voz, por mais que me digam que é genial, decididamente não gosto de drama, embora no cinema e no teatro aprecie uma boa história da vida real onde o drama forçosamente aparece, à mistura com tudo o mais e sou das que me comovo e tenho que ter um lenço à mão, mas comovo-me mais pela vitória da vida sobre o drama, pelo percurso da glória a todo o custo, fatalismo a toda a hora, não.
Penso que esta tendênca nacional se vem desvanecendo nas novas gerações, não fora os notíciários bombardear-nos a toda a hora com desgraças e já se tinha desvanecido mais rápidamente. Tenho esperança que assim seja porque sou teimosamente optimista!
Beijinhos

Ovinho Estrela(do) disse...

Bolas, se eu tinha visto isto mais cedo, não te tinha enviado aquele sms ao estilo dor de Amália na voz!!! eheheheh

Beijinhos e bom fds! :))))

as velas ardem ate ao fim disse...

Bom 1º de Maio!

E viva a liberdade!

bjo

as velas ardem ate ao fim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Ninguém inventa pseudo-questões mais estúpidas. Passar por aqui é uma ida ao circo. Talvez o único blog que conheço em que a inacreditável falta de qualidade das ideias ultrapassa a incrível falta de qualidade da escrita. É preciso ler para crer.

Mozka Tché Tché disse...

Olha, uma troll...

Bom, T, mais vale ouvir do que pensar e para isso aqui tens:
http://mrxpodcast.mypodcast.com/

pin gente disse...

não me importava nadinha!! com o meu toque se não levas a mal...

vim conhecer, pela mão de uma amiga comum

beijo
luísa

pensamentosametro disse...

Olha o anónimo do costume,

Desta vez vieste tu ou mandaste o marido? Estranho que venhas aqui como vem quem vai ao circo porque aqui não há borlas para lugares vip.

As minhas ideias têm contudo uma qualidade ímpar, são minhas e não copias plagiadas surripiadas como as de uns e outros ou devo dizer de umas e outras.

A inveja é um sentimento feio, pequeno, mas..., pensando melhor fica-te bem, sobretudo ao tom de pele.

najla disse...

eheheheh...já estava a estranhar não aparecerem de vez em quando comentários destes....

Mas quanto ao post, julgo que o povo gosta mesmo é de dramatizar... fica bem!
beijos

Ovinho Estrela(do) disse...

Bem... Num blog não muito longe de ti poderias ter a resposta! Provavelmente fui eu quem te comentou anonimamente, como é meu hábito, "diz" que sim! :)

Anónima, vá lá... Cada uma na sua, cada uma no seu cantinho... cada uma com as pseudo-ideias e questões que deseja e que acha pertinentes para o desabafo da alma, objectivo pelo qual se criam blogs... Sem essa agora... Até tinhas já dito e escrito que nem vinhas aqui mais...
Vá, paz e amor, que por aqui também é assim e que se vive.

Beijo no coração, porque até nem és má pessoa! Todos temos um anjo dentro de nós. Deixa o teu bater as asinhas, que é bonito!

Beijinhos, Tita Maria! :)

Rita disse...

Eu tenho um bom exemplar disto lá em casa. A D.Rf é muito melodramática, qualquer coisinha e lá está ela de mão na testa e voz embargada a dizer "Tu já não gostas de mim!"...
Jokas