quinta-feira, 20 de novembro de 2008

ONDE ESTÃO OS HERÓIS DO MAR?


O Banco de Portugal, tem a distinta lata, desfaçatez e pouca vergonha de afirmar que o desemprego de longa duração tem na sua origem a generosidade do subsídio de desemprego.

Esta afirmação não só é alvitrante como até me parece revestida de um certo gozo e sobranceria pelos pobres coitados que labutam nas camadas que lhes são inferiores, ou seja quase todos nós uma vez que eles se situam a si mesmos no parapeito destinado aos deuses.

Mais uma evidência de que esta gente desconhece completamente tudo o que diz respeito a governação e não tem a menor noção da situação em que a sua incompetência colocou este país.

Ou então sabe, o que é mais grave e não se rala, opta por atitudes ditatoriais, pidescas mesmo, encolhe os ombros e parte em busca de um último bolso, quiçá esquecido de onde possam sacar mais uns trocos.

Espantam-se as gentes pela ironia falhada de Manuela Ferreira Leite. Será que não perceberam ainda que a tal democracia de que tanto enchem a boca foi suspensa, abolida, massacrada por este (des)governo há bem mais do que seis meses? É tempo de abrir os olhos e tentar salvar o que ainda resta da tal que já foi uma vez nação valente e imortal.

9 comentários:

Mr X disse...

A democracia portuguesa terminou no dia 26 de Abril de 1974.
Não sei porque ninguém ainda viu isso...
Foi a democracia mais breve da história da humanidade.

Eu gosto da Manela porém não voto nela. Gosto da autoridade e da falta de paciência para as coisas de folhetim. Mas como não se reconhece sentido de humor cáustico ou brejeiro na senhora, ninguém entendeu a chalaça.

O que é mais engraçado é que ontem era o fim do mundo. Hoje o fim do mundo são os 6-2.

Tudo se transforma.

Mr X disse...

PS: Os Heróis do Mar encontram-se em vinil e em cd, numa discoteca próxima de si.

Thunderlady disse...

"É muito difícil dar a entender o que é Portugal

O inventor, de Portugal, foi um português

(...)

O Vento sopra, o barco tem medo, às armas, às armas, o capitão, não sabe o segredo, às armas, às armas"

(Foi você que pediu Herois do Mar acerca de Portugal?)

Bjssss

pensamentosametro disse...

X,

tu não me dês desgostos homem, já absta o que basta.

Thunderlady,

O que mais me irrita é não fazermos nada ara inverter a tendência, chamemos-lhe fatalista.

Quanto aos "Heróis do Mar", acho que se não tiver tudo, tenho quase tudo em vinyl, era fâzíssima.
Alturas houve que não se ouvia mais nada em minha casa senão Classix Nouveau e Heróis do Mar. :)))


Bjos


Tita

najla disse...

E para juntar a isso, vemos os bancos (que cada vez engordam mais às nossas custas), a ir pedir uma "ajudazinha" ao Estado, devido à crise que enfrentam!!!!!!
Então e as famílas, que muitas delas SOBREVIVEM com 400€????? Vão pedir ajudazinhas a quem????
Que desilusão de Governo....que desilusão!

M disse...

Há muita gente que vive acomodado ao subsídio de desemprego, isso é verdade, mas não venham dizer que este subsídio é generoso, porque isso é ignorar por completo a realidade e desrespeitar quem nela vive... infelizmente esta democracia, não é aquela que desejámos e lutámos há umas décadas atrás, nem por sombras... não soubemos aproveitar da melhor maneira a liberdade que conquistámos... diz-se que com um grande poder, vem grandes responsabilidades... é o que falta, responsabilidade... responsabilidade da parte dos governantes para com o seu povo, que deveriam liderar e proteger... falta de responsabilidade do povo entre si e para consigo mesmo, por não se unir e permitir á situação chegar ao ponto em que está... sabes o que me preocupa, é ver muita da nossa geração e anteriores serem meras críticas "de sofá" e ver que a geração futura, simplesmente se está borrifando para a história e para os sacríficios que os seus antecessores tiveram que passar para eles terem o que têm hoje e não lhe darem valor e lutarem para melhorar ainda mais...

Mr X disse...

CN? LOL. eu detestava o Sal Solo, era fã dos DD e habia clubite aguda. E no meio estavam os queques dos Spandau.

Opinador disse...

Generosos são os milhões de euros gastos a recuperar bancos falidos, muito por culpa do "coninhas" Victor Constâncio.
Cambada de larápios, que usa e abusa do poder, esbanjam o dinheiro dos contribuintes em favor dos amigos banqueiros vigaristas e ainda têm a lata de achar generoso o miserável subsídio de desemprego.
Trabalhos forçados para o resto da vida, era a pena que eu lhes dava, já que a morte é pouco para essa canalha.

Gi disse...

As estatísticas já de si valem o que valem; as do INE, ainda mais, e depois quando quem mais ordenha as interpreta é um bouquet do mais grosso aroma.