segunda-feira, 24 de novembro de 2008

O FIM DA BLOGOSFERA


Quem como nós vive num país a cada dia mais democrático. Tem que estar preparado para todas as eventualidades, assim, o cenário que vos proponho é o seguinte:


Tenham em conta que o exercício só terá alguma piada se for encarado com seriedade e veracidade.


Vamos fazer de conta que hoje de manhã nos sentámos, como sempre em frente aos nossos pc's e que constatámos que a blogosfera tinha sido banida, democraticamente, claro.


Portanto é real e efectivo o fim da blogosfera.


Sem blogue , sem nenhuma posssibilidade de o recuperares, o que farias tu?

15 comentários:

Thunderlady disse...

Que remédio tinha senão arranjar uma alternativa.

O que faria logo logo assim que desse conta? Gritava !!

Depois abria o word e escrevia sobre não haver blogosfera e criava o meu blog no word. Ficar sem escrever não era opção.

Sei lá!

Se calhar trabalhava mais!

Bjs

Gi disse...

Fazia oque fazia antes de ter aderido à blogosfera;
Mas há cada vez mais alternativas a ela e de todas as formas, incluindo esféricas!

pensamentosametro disse...

Thunderlady,

Escrever, escrever sempre, para nós para memória futura poraue gostamos porque queremos, porque precisamos. eu seria incapaz de viver sem os meus cadernos.


Gi,

Tu não me digas que ias começar a jogar à bola. EHEHEEH.


Bjos


Tita

SONHADOR disse...

alternativas?
olha... fazia uma coisa parecida com a Thunderlady.

sei lá...

Beijos.

Ana Oliveira disse...

Primeiro sentava-me muito quieta, que é o que faço quando, por exemplo, entalo um dedo e me doi muito...e depois ia a correr comprar uns blocos de notas, como dantes!

Beijos Tita, tens cada ideia...

Ana

Mr X disse...

Como coninuo a usar blocos de notas, a coisa não seria o fim do mundo.
Por um lado até seria positivo, pois teria mais tempo para livros reais, esplanadas reais, copos reais, pessoas reais, afagar mais bichos reais, ir a correr inscrever-me num voluntariado (coisa que já tentei mas como não tenho o curso sou personna non grata), passaria das ideias no papel à concretização real,etc.
Olha... se calhar esta porcaria deveria rebentar toda!

fj disse...

queres mesmo q te diga a verdade?
- NADA!
;)
bjs e boa semana!

Thunderlady disse...

(Já enfeitaste o bloguinho para o Natal? Ihihih. Afinal não me apateceu fazer o b.à.b. Falta de paciência mesmo, fica para amanhã)

Bj

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Voltava a escrever só para mim e passava a ler mais livros.
Mas antes, ficava danado!

Ovinho Estrelado disse...

Assim de imediato, telefonava para ti, para o FJ, para a Vanda, para a Ferreirinha e para a Coragem. Para reafirmar na realidade a relação que tenho com cada um dos referidos.
Tentava, depois, não ir perdendo o contacto com outros bloggers que muito aprecio e que me apreciam também.

Depois, ligava-me ao Messenger!

E teria pela primeira vez tudo on line!! ehehehee

beijo grande, minha linda!

(MSN continuava a haver, certo??? ahha)

caos da teoria disse...

Se fosse por uns tempos, até achava bem. Era uma maneira das pessoas [aquelas que só ligam à net e acham que ela satisfaz todas as necessidades de socialização] sairem e tocarem e verem que existe vida lá fora. Se fosse para sempre? tinha pena, muita pena.

:)

Tangerina disse...

Eu cá amuava.Humpf!

M disse...

Sinceramente, seguia com a minha vida... tentava apenas saber o que se tinha passado, mas de resto, não ia alterar nada no meu dia a dia...

Rita disse...

Ficava passada porque todas aquelas coisas giras que escrevi sobre as Rs tinham ido à vida...
Jokas

Fatima disse...

O mesmo que faço nos dias em que não venho cá.