terça-feira, 26 de agosto de 2008

NÃO CONSIGO PERCEBER





Se o mundo perdeu completamente a vergonha ou se sofreu, apenas, um enorme lapso de memória.
Se calhar é teimosia minha, que tenho mau feitio e o hábito de não esquecer certas coisas.
É que me farto de olhar, para dentro desta dita nova China e não encontro diferenças substanciais, a não ser claro, o número crescente de restaurantes Macdonalds.

7 comentários:

Vekiki disse...

Pensamentos, concordo contigo...os humanos são facilmente levados pela euforia e alegria de um momento...é pena! Os muitos maus momentos não deveriam apagar-se com tanta facilidade!

najla disse...

Nós seres humanos somos mesmo assim! Esquecemos ou fazemos por esquecer quando nos convém.

Claro que já ninguém se deve lembrar das barbaridades cometidas contra a humanidade. Ninguém se deve lembrar das imagens que correram mundo das crianças metidas num orfanato (quase todas meninas e os meninos só os deficientes) para morrerem ali. (Julgo que era mesmo neste país!)
Já ninguuém se lembra que obrigam as mulheres a abortar, não importando o mes de gestação, caso seja do sexo feminino ou seja o 2.º filho.
Já ninguém se lembra das atrocidades que cometem contra povos de minorias...
Bem...fico-me por aqui, porque ainda é cedo para ficar agoniada!

Mr X disse...

O mais interessante é saber como vão ser os ecos do festival dentro da própria china. Ora eu concordo em absoluto com a realização dos JO e outros megaeventos, pois fica lá o rastilho, fica a noção de que há outras gentes no mundo e, pasme-se, até nem vão lá para invadir o império.
Como é que a cabeça dos chineses vai funcionar a partir de agora? Sabemos que o povinho foi obrigado a sair da capital, mas os milhares de vips podem começar a pensar, quiçá, de outra forma.
Não sei se me fiz entender...

Qto à memória, se pensarmos sempre assim, que todo um país ou povo tem que pagar pelas atrocidades que uns quantos fizeram, não podiamos olhar para muito lado...
Não sei se é pior Tiananmen, um filho único, assassinatos politicos e tudo e mais alguma coisa, se a loucura, demência e criminalidade que os EUA mostram todos os dias em todo o mundo, etc. Ou a Alemanha, país e povo formidáveis, mas que deram cabo disto por duas vezes. Ou mesmo nuestros hermanos com a inquisição... e porque não nós, portugueses, que desde o estalo na mãe à guerra colonial não fomos, propriamente, uns santos.

hollygang disse...

Sui generis a política chinesa do conservadorismo lento e fundamentalismo comunista com a abertura ao mutante e desregrado mercado capitalista. Há quem lhe chame utopia a médio prazo.

Coragem disse...

Também me considero teimosa, tão teimosa, que vou batendo em teclas, e por vezes até escrevo coisas que já ninguem lê :))))

Eu não esqueci, e suponho que ninguém, dá-se um tempo e tudo irá voltar ao (a)normal.

Beijo e aproveito para agradecer a visita que fez ao meu espaço.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Não é bem assim... a China mudou muito e se calhar ainda vamos lamentar a mudança.

gaia disse...

..e dantes andavam de bicicleta, o que era bem melhor!!!!