sexta-feira, 4 de julho de 2008

"THELMA" PROCURA-SE



Hoje sinto-me assim, Louise, não só de nome próprio, sinto-me Louise, de facto.


Apetecia-me agarrar numa Thelma e sair estrada fora, rir, divertir-me, fazer asneiras, desafiar a sorte, arriscar, sentir a adrenalina das sensações de perigo de quem vive no limite do que é considerado seguro como tantas e tantas vezes fizemos.


Acordar e beber a estrada sem destino traçado, sem rumo, sem pensar na próxima paragem, sem programas, sem amarras, sem obrigações.


Lembras-te da última viagem T & L way ?


Pois, o meu companheiro de tantas viagens loucas, agora é um homem comprometido, já não tem tempo para estas parvoíces e eu, confesso, tenho aqui uma pontinha de ciúme a queimar-me o peito de mansinho.


Portanto a vaga encontra-se por preencher, aceitam-se candidatos.


Uma razoável dose de loucura saudável, vontade de rir e de viver completamente descontroladas, ser-se completamente despido de medos e preconceitos, são condições imprescindíveis.


Promete-se fim de viagem para recordar.




10 comentários:

Pepper disse...

Eu também sinto saudade da minha "Thelma" que ficou nas memórias do secundário.

Beijos

Thunderlady disse...

Tita, ciuminho? :) ciuminho dos bons? Eheheheh

sou capaz de copmpreender, pois sou. Mas a minha Telma foi-se há muito.

Bom dia!!

Gi disse...

Se quiseres posso ser atua Thelma.

Tens refrigerantes, carripana que não gaste combustível?

Olá!! disse...

Isso promete e já tens candidatas ;)

pensamentosametro disse...

Uma das dificuldades do crescer é justamente a mudança que o nosso mundo vai conhecendo.

Ó Gi, carripana que não gaste combustível???? tu tá doida muié.

Quando falo em partir estrada fora é estrada fora mesmo, sem virtualidades, acho que sim que eras capaz de te aguentar no papel de Thelma.


Bjos meninas

Bom fim de semana

Tita

Rita disse...

Por agora as minhas Thelmas são outras e com elas percorro a estrada do crescimento que pode ser tão louca quanto a outra e também cheia de aventuras e adrenalina em alta...
Jokas

pensamentosametro disse...

Podes acreditar Ritinha essa é a melhor das estradas, embora muitas vezes pareça mais uma montanha russa, eheheh, as tuas Thelmas são sem duvida as melhores companheiras de viagem.


Bjoooos

Tita

Cai de Costas disse...

Sou gajo sem medos, mas essa do penhasco não me agrada nada... E ter que me vestir de gaja também não faz o meu piece of cake

pensamentosametro disse...

CDC,

Qual penhasco? Eu prometo fim de viagem para recordar!
O meu parceiro habitual destas viagens é gay mas isso é mera coincidência e nunca em hipótese alguma se vestiria de gaja, portanto, vamos lá sem medos. Bom fim de semana.:)


Bjos


Tita

Nani disse...

txiii
se tinhas dito mais cedo...
... fica para a próxima! Espero que se divirtam!