quarta-feira, 11 de junho de 2008

E PRONTO

O esperado aconteceu, o poder caiu na rua.
Qualquer camionista pode parar no meio da estrada um qualquer seu colega e dizer-lhe o que deve fazer.
Se o colega em questão tiver o azar de, democraticamente, não concordar com quem o interpelar tem garantido, no mínimo um vidro partido e um rol de insultos, se tudo correr bem.
A selvajaria e o totalitarismo imperam nas estradas portuguesas enquanto a oposição se cala ou se preocupa com a data, com a época, em que ao 10 de Junho se chamou dia da raça.
Tudo isto nas barbas da polícia, que como estupidificada continua a permitir estes despropósitos. e assiste impávida e serena a uma ilegalidade a seguir à outra.
Desta feita o nosso querido(des) governo, redigiu com o próprio punho o atestado de incompetência que é seu por direito e não contente assinou por baixo, em letras garrafais.
"Nada a comentar" - diz o Sr. Ministro das Finanças!!!

4 comentários:

Pepper disse...

Estou farta deste país e deste (Des)governo até ao âmago do meu ser...

Beijos

Paracletus disse...

O trabalhador português ainda não tem consciência de classe, por isso não se importa de ser explorado, daí ser um fura-greves nato... ;)
Os Média enfatizam sempre os aspectos negativos da greve, mas nunca falam das reinvindicações dos camionistas, vai-se lá saber porquê... :|
A violência em qualquer greve é sempre condenável, seja protagonizada pelos grevistas, seja pelas forças policiais.

sonhador disse...

Eu estou como o Ministro, e explico o porquê.
Este povo é capaz de fazer greves, fazer estas tais paragens no meio da estrada mas, infelizmente, quando se trata da selecção, a ver se não colados à televisão a vibrar com cada golo marcado.

Aí, já não interessa o estado do país, pois não?

Desculpa Ti(t)a por este meu desabafo.

Bjos.

Aisling disse...

Muitos esquecem-se que a greve é voluntária... Continuamos a ver as cenas tristes na televisão de piquetes (ilegais por sinal) a dizerem aos que estão a trabalhar que não se responsabilizam pelo caminho. Isto é que é democracia?
Ainda bem que tenho tido pouco tempo para ver tv e vir à net, é que já ando enjoada com o pouco que vi!

Um beijinho enorme para ti Tita!