quinta-feira, 20 de março de 2008

OUTRA VEZ A PORCARIA DAS DÚVIDAS


Eu não queria, garanto que não queria até porque hoje começa a Primavera e tudo e devia falar-vos de renovação e esperança e tal como convém, ainda por cima estou sem muito tempo, para escrever alguma coisa de jeito, mas não consegui "domesticar" este meu feitio de trazer por casa e se não "cuspisse" esta "perolazinha" ia andar com ela engasgada o que para além de não ser saudável pode até ser perigoso.

Eu sou uma pessoa rigorosa, tão rigorosa que às vezes até me torno chata, sou, eu sei e depois tenho a mania do preto no branco, do pão, pão queijo, queijo, das lealdades cegas, das fasquias tão altas que às vezes nem eu as consigo alcançar.

Se eu fosse mais flexível, se aprendesse a olhar para o lado, a passar por cima ou olhar por cima das coisas era mais feliz, pergunto eu. E a que é que vem isto tudo agora perguntam vocês, ao do costume, respondo eu, é que eu quero, acreditem que quero, confiar sem reservas, mas depois olho para a "cicatriz" que faz sempre "panelinha" com a intuição e as duas fazem surgir a dúvida e pronto, soa o alarme e volta tudo ao princípio, à dificuldade em aceitar, em acreditar que alguém é mesmo quem diz que é, que algo é mesmo assim e que me posso entregar, confiante e sem reservas.

7 comentários:

Gione disse...

Antes teres dúvidas que vidas dúbias!

Mim disse...

Tita, não deixes que estas coisinhas te moam o espírito.

Mesmo que moam não o mostres. É o que às vezes é melhor.

PS - estamos aqui para ti!

Beijo grande

pensamentosametro disse...

Gi e Mim,

Mas é que estão , mesmo , mesmo cheias de razão.

Bjos

Tita

Fatima disse...

Oh Tita... estás a preocupar-te com estas coisas? Oh valha-me São Cricalho!!!!!!!!
Oh mulher tu vai mas é fazer um folar uma fogaça, acende a lareira, goza a época, enrola-te no teu amor porque está frio, e o resto... que se lixe!!!!!

F disse...

Sou a F de Fã, não percebo porque é que só aparece F...

Percebo o seu medo, eu também o teria.
Olhe lá... e as pontas soltas?

A viagem a Paris inventada, da qual nunca houve fotografias? (tirando umas caçadas na Net,seria inevitável, com o seu triste perfil, se tivesse havido viagem). Até as suas acólitas suspeitam disso. Não lhe dizem, mas suspeitam.

O enorme projecto profissional?

É só rir.

Correcção: SERIA só rir, Se não fosse tão triste. Patético.

pensamentosametro disse...

Fátima,
Por causa de poder fazer essas coisas de que falas é que estas "coisas" não me largam.

Bjos

Tita

M disse...

Não dês tanto valor aquilo que não tem valor nenhum!

Boa Páscoa :)