terça-feira, 8 de janeiro de 2008

2007 (1)


Conheci gente, gente real, que vive, ri e chora, "almas povoadas" dos seus quotidianos que partilham comigo, com outros que passaram a fazer parte da minha história de vida, pessoas reais, autênticas, fiquei mais "rica" porque os conheci.

No entanto, também conheci os outros, os que se "agarram", desesperadamente aos primeiros.

Esses, os que não me trouxeram nada de novo, vivem de fazer copy/paste, de outras vidas, não conseguem ir mais longe, estão ali, parados, convencidos que avançam, sem sairem do mesmo sítio, vivem uma mentira apenas porque se encontram agarrados às suas "almas desertas".

3 comentários:

sonhador disse...

dos outros, não reza a história.
"agarra-te" àqueles que mais te querem bem.

bjos.

pensamentosametro disse...

É o que tento fazer, Sonhador!

Bjos

Tita

Estrellinha disse...

Aprendi muito com este ano e aprendi a cortar com as pessoas que não interessam e que não me trazem nada de bom nem de optimista para a minha vida.
Aprendi a ser mais ponderada, mais positiva, mais calma e mais acutilante.

E também recebi muitos bons conselhos de uma pessoa que eu cá sei. Agora ando a pô-los em prática!
;)
Beijos