quarta-feira, 28 de novembro de 2007

SOLUÇÕES







Sobrinho minorca, (9 anos), sentado à mesa, à roda da qual se discutia o eterno problema da falta de tempo, para ir ao cinema, para fazer as compras de Natal, enfim falta de tempo para quase tudo: "se eu mandasse, bem sei como resolvia esse problema, não se podia usar relógio."

6 comentários:

wednesday disse...

As crianças dizem sempre as puras verdades e coisas simples... :)

pensamentosametro disse...

Wednesday,
Nós é que complicamos o que afinal não é complicado.

Bjos

Tita

Thunderlady disse...

As crianças é que deviam ser consultadas na hora de tomar decisões immportantes, isso sim!

Jedi Master Atomic disse...

Aproveita agora enquanto podes, porque daqui a uns anos eles vão começar a ligar o complicómetro ;)

Curiosa disse...

Nós todos já passamos por essa sensação! Tinhamos todo o tempo do mundo e 'esse' passava tão devagar, não te lembras???

Eu só me lembro das férias que eram 'quase' eternas. Em Setº só quería que as aulas começassem... E já bufava de tanta 'féria'!!!
Desde 10 de Junho a 7 de Outubro?!?!?!
Hoje em dia, digo: Nem 8 nem 80!!!


Kisssss

pensamentosametro disse...

Thunderlady,
Tens mais do que razão, no fundo nós sabemos que é assim que se faz mas nunca o assumimos porque temos medo de ser tomados por idiotas, então complicamos.

Jedi,
O problemas mora justamente aí.

Curiosa,

Podes crer, já me tenho apanhado a reflectir sobre o assunto, quanto mais "antiga" fico mais depressa parece passar o tempo. Era pois, cheguei a vir dia 7 de manhãzinha, já com a farda do colégio vestida, directamente de S. Pedro de Moel.

Beijos

Tita