quinta-feira, 21 de junho de 2007

EU NÃO QUERIA SER

... má, mas uma vez que vivo no reino da hipocrisia..., que me perdoem os médicos que realmente são objectores de consciência, mas tenho que fazer a pergunta senão dá-me uma coisinha má: «quantos destes objectores de consciência vamos encontrar a trabalhar em clínicas de abortos privadas?»

Privadas? perguntarão vocês, ah pois, pelo andar da carruagem as ditas vão surgir que nem cogumelos.

Tita

11 comentários:

xá-das-5 disse...

ora aí é que está uma grande verdade.

Istari disse...

oi! Só queria agradecer a tua mensagem, mas não era preciso preocupação. eu tava a levar as coisas na brincadeira, e, acho que ele também, porque se fosse a sério nem respondia. Desprezo é a melhor resposta quando coisas daquelas são ditas a sério. Beijinhos

P.S. não consegui ver o blog dele

Istari disse...

Já lá fui. Ainda me ri um pouco. Estas coisas não se podem levar a sério, mas mesmo assim obrigada ;) beijinhos

Anónimo disse...

...certamente todos aqueles em que a consciência pesar bem menos que o salário mensal !!!

sonhador disse...

uma boa pergunta que se podia colocar ao Sr. Ministro.

obrigado pela visita e comentário.

sonhador disse...

e já agora, por me teres linkado.

Estrellinha disse...

Obrigada!
O dinheiro apaga qualquer peso de consciência que possa existir...

Estás linkada! Ehehh

Bjs

Ps: Curiosamente a minha mãe tb me costuma chamar Tita

Daniela disse...

E agora perguntaste tu e muito bem... a verdade é mesmo essa. O que dizem num lado não é válido para o outro...

Sabes quem é que fica mal nisto tudo!? Os "tótós" do costume.

carmila disse...

querida tita!
trabalho numa Rádio em aveiro e na preparação do referendo sobre o aborto os meus colegas ( EU SOU LOCUTORA NÃO SOU JORNALISTA )entrevistaram muita gente especialmente médicos e quero dizer-lhe que já na altura o discurso éra hipocrito e falso!
TENHO PENA DE QUEM PRECISA RECORRER A UM HOSPITAL PARA FAZER UM ABORTO!

Angélika disse...

Olá, descobri-te pelo cantinho do juvenal...

Gosto do teu blog.

quanto à questão que colocas: "«quantos destes objectores de consciência vamos encontrar a trabalhar em clínicas de abortos privadas?»" a respostya será... TODOS!!!
Por isso são objectores LOL

Azul Neblina disse...

A objecção de consciência neste caso é simplesmente uma treta. Os médicos são contratados para prestarem os cuidados de Medicina aos utentes que deles necessitarem. Se não querem praticar IVG então que se demitam. É tão simples quanto isso. Dito isto, não tenho a certeza que esses médicos que se arvoram em paladinos de uma certa moral bacoca e hipócrita tenham clínicas de aborto ou concordem com essa prática. Mas o certo é que serão sempre as clínicas privadas que ganharão com isso.